Contos do Dragão

quinta-feira, outubro 20, 2005

Phantasy Star - Início: Parte III

Após a conversa com Nekise, Alis estava se preparando para sair, quando havia se lembrado que os guardas haviam restringido a saída a apenas comerciantes que possuíam cartão de identificação. Eis que Alis conseguiu se recordar de que seu irmão havia guardado um cartão falso e alguns suprimentos no armazém ao lado de sua casa.

Como não haviam mais guardas por perto, ela resolveu ir até o armazém. Para sua surpresa haviam algumas mesetas também. (nota: meseta é a moeda utilizada no sistema Algol) Antes porém, Alis decidiu ir até a cidade de Parollit, uma cidade próxima de Camineet, para comprar alguns equipamentos de defesa.

Fazia muito tempo que Alis não viajava para tão longe. Estava a se recordar de quando ia para a região costeira com seu irmão. Como eram bons aqueles tempos! Mas depois que Lassic passou a virar as costas para seu povo, surgiram várias criaturas monstruosas, tornando perigoso qualquer caminho além da muralha construída ao redor de Parollit, Camineet e o espaçoporto. Muitas foram as pessoas que se aventuraram, porém pouquíssimas voltavam vivas, e o pavor e o medo ficava estampado em suas faces.

Iria ser um caminho muito perigoso onde Alis pensou não conseguir voltar viva. Porém tratou logo de tirar tal pensamento da cabeça, pois sabia que provavelmente o destino de Palma estava em suas mãos.

Na sua infância, Alis e Nero haviam sido treinados como espadachins. Ambos eram muito abilidosos e Alis era capaz de facilmente derrubar qualquer "engraçadinho" que tentasse algo. Porém nunca tinha enfrentado monstro algum, e só tinha idéia de como eles eram.

Alis estava então a sair da muralha e encarar a viagem para Scion. A viagem levaria em torno de 2 dias se não houverem empecílios. Munida de sua espada e checou mais uma vez os suprimentos em sua bolsa em seguida dirigiu-se ao portão de saída. Conseguiu passar facilmente pelos guardas, o cartão funcionou incrívelmente bem.

Sentindo uma certa tristeza, Alis observa o medalhão de laconia presenteado por Nero há alguns anos atrás, contendo uma foto com os dois. Sentiu um conforto e prometeu: "Esta tristeza não mais. Nero eu juro que trarei a paz a este mundo que tanto amamos, para que sua alma possa descançar em paz."

Agora com um sorriso no rosto e mais preparada que nunca, Alis segue rumo a Scion...

Próximo capítulo: A viagem para Scion

Felicidades e força sempre!!!

1 Comments:

Postar um comentário

<< Home